sindrome do piriforme

O Piriforme é um músculo que está localizado na região profunda da nádega, permitindo a rotação da coxa. Este músculo tem íntima relação com o nervo ciático, que sai da coluna e vai até a perna.

A Síndrome do Piriforme é uma condição rara onde a pessoa apresenta o nervo ciático passando por dentro das fibras do músculo Piriforme que se localiza na nádega. Ocorre quando o músculo está tenso além do normal ou apresenta espasmos, ocasionando a inflamação do nervo ciático. ⠀

É comum sua associação com corridas em declives (ladeiras), traumas e/ou alterações anatômicas na relação do músculo com o nervo ciático.

Os sintomas são:

1- Dor profunda na nádega, em queimação e que normalmente desce até a perna;
2- Dor quando a pessoa está sentada e cruza as pernas;
3- Atrofia dos glúteos, dependendo da duração das manifestações.

O diagnóstico é feito através de exame clínico!

Exames de imagem como radiografias, tomografia computadorizada ou ressonância magnética podem ser usadas nos casos duvidosos, especialmente para afastar outras causas.

O tratamento deve incluir:

1- Repouso;
2- Medicamentos anti-inflamatórios ou relaxantes musculares; e
3- Fisioterapia.

Fica a Dica:
A melhor maneira de evitar a Síndrome do Piriforme é mantendo alongados os músculos que rodam a coxa para dentro e para fora… Além de fazer o famoso aquecimento antes de iniciar qualquer atividade física.

É importante um acompanhamento de um médico, pois se não houver alívio dos sintomas com esses tratamentos e se a dor for intensa o médico pode ainda recomendar uma injeção de anestésico e de corticoide. 

Não dê bobeira, em caso de dores persistentes, consulte-se com um especialista!