Compressa quente ou fria

Após um trauma, como uma pancada no dia a dia, a ajuda de um especialista é frequentemente substituída pela boa e velha compressa de água quente ou fria.

Ambas são excelentes analgésicos locais, podendo ser empregadas para o controle da dor, mas fazer a escolha certa aumenta a eficácia do tratamento!

E ai vem a pergunta: quente ou fria?

A compressa fria é ideal após quedas ou traumas nas articulações, sendo recomendada nas primeiras 48 horas após o ocorrido. Já a compressa quente é ideal para contraturas musculares e inflamações crônicas ou infecções.

Na coluna vertebral as contusões são menos frequentes do que nas articulações dos membros, como os punhos, cotovelos, joelhos e tornozelos.

Além disso, as articulações da coluna são mais comumente acometidas por processos degenerativos, levando à contraturas musculares e dor crônica… E se a sua dor na coluna surgiu após um trauma, a chance de você precisar da avaliação do especialista é grande.

Mesmo na coluna, você pode usar sim a compressa gelada nos dois primeiros dias após a lesão. Mas se a sua dor for crônica, e não tiver relação direta com o trauma, provavelmente a compressa quente será mais eficaz!

Para todos os casos, seja na coluna ou em qualquer outra articulação, a persistência dos sintomas torna imprescindível a avaliação de um especialista.